Lápis de cor

Eu não entendo muito bem como o cérebro da gente funciona. O que acontece exatamente quando um cheiro ativa uma memória ou porque toda vez que eu ouço uma música que tocava no Xou da Xuxa eu fico extremamente triste.

Apesar de não entender, eu sei que tem um gatilho muito bem implantado no meu consciente.

Quando eu abro uma caixa nova de lápis de cor, eu me sinto instantaneamente feliz.

Eu me enxergo com 5 anos, no jardim da infância e as possibilidades são infinitas.

Agora que eu sou um adulto, aparentemente, eu me permito voltar pra casa com vários lápis diferentes, provavelmente mais vezes do que eu deveria. E toda vez que eu abro a caixa, é a mesma sensação.

Então, como hoje eu não tinha tido o melhor dos dias, eu resolvi sentar com as minhas filhas e separar alguns lápis por cor. Era tarde e tudo tava quieto. Éramos só nós e as cores.

E agora eu tô aqui pensando… será que os lápis vão deixar elas felizes no futuro como deixam a mim? Eu espero muito que sim!